Seguidores

sexta-feira, 13 de julho de 2007

DIA 20 DE JULHO EM MORRO REUTER (RS)



A escola Rui Barbosa, localizada no município de Morro Reuter, cidade da Serra Gaúcha, realiza, à cada ano, uma noite chamada NOITE DE CONTOS E REENCONTROS. Nesta data, especial e mágica, os alunos contam histórias, alunos de outras escolas se apresentam com números artísticos e há a participação de toda a comunidade escolar (pais, professores, alunos, funcionários da escola e da secretaria de educação). Cada ano eles escolhem um autor e trabalham previamente a obra deste autor homenageado e, por conta disto, os trabalhos dos alunos são em torno da obra do referido autor.


Este ano, sou eu o autor homenageado. Estou felicíssimo com a escolha, a homenagem, mas principalmente, com a oportunidade de conversar com os leitores dos meus livros!


Dia 20 de julho, às 19 horas, estarei lá!


Morro Reuter é uma cidade especial, para mim, a capital da Leitura!!!!! Acompanho o trabalho de promoção de leitura que os professores desenvolvem lá, há alguns anos, e posso garantir que há uma comunidade leitora das mais intensas e professores dos mais engajados no compromisso de promover a leitura, a literatura e formar leitores!


Viva Morro Reuter!


Aliás, você já viu o obelisco dos livros, na entrada da cidade? Fantástico! Grande homenagem aos livros e a uma terra de grandes leitores!


domingo, 8 de julho de 2007

LIVRO NOVO, NOVÍSSIMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!



SISTO, Celso. Mundaréu. Il. Rosinha Campos. São Paulo, Paulus, 2007. 32 p.


Este é o meu 30º livro! Caramba! Já acho grande essa produção! Comecei a publicar em 1994, o que acaba dando uma média de 2 livros ao ano. Mas houve um hiato aí na minha produção e no período em que dei aulas na UNOESC-Chapecó e fiz Mestrado na Universidade Federal de Santa Catarina, fiquei sem publicar nada! Isso aconteceu de 2000 a 2005. O que não quer dizer que fiquei sem escrever!
Mundaréu é um dos textos de uma pesquisa que me foi encomendada. Em 2001 meu amigo Ernesto Rodrigues Abad, diretor do festival de narração oral das Ilhas Canárias, em Los Silos, me pediu que escrevesse algumas lendas indígenas para uma publicação na Espanha, num livro que ele iria organizar e coordenar. Iam ser 5 contos meus, 5 dele e 5 contos da contadora de histórias e escritora argentina Liliane Cinetto. Os textos seriam publicados em espanhol.
Mas, a coleção acabou não saindo e eu fiquei com este material guardado.

A editora Paulus me pediu um texto para a coleção Mistura Brasileira e eu mandei este, que deu origem ao livro Mundaréu. Os outros contos da minha pesquisa vão estar num livro da editora Cortez, que se chamará VOZES DA FLORESTA.

Mundaréu é baseado em uma reunião de lendas dos indios Tikuna e conta a história de como os brancos chegaram a povoar o mundo... As ilustrações de Rosinha Campos dão um toque de classe ao livro, que na minha opinião ficou muito bonito. Confira!

terça-feira, 3 de julho de 2007

JORNADA INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DA BAHIA

Desta vez vai ser a 7ª Jornada! Eu vou estar lá dando um curso, no dia 28 de julho de 13h30 às 17 h. No Centro de Convenções da Bahia, em Salvador.





Meu curso chama-se "A arte de contar histórias e sua importância no desenvolvimento infantil". E nele estarei trabalhando, de forma teórico-prática, os seguintes pontos:


- o contar história como elemento sedutor na formação do leitor criança;
- textos clássicos inesgotáveis;
- o lúdico como caminho
- critérios de seleção
Analisaremos coletivamente um texto teórico sobre o assunto; brincaremos com a história clássica do Chapeuzinho Vermelho; mudaremos o formato da história e tentaremos seduzir o público; criaremos atividades lúdicas a partir da história e construiremos coletivamente uma lista de critérios de seleção e escolha de obras para serem trabalhadas com nossos alunos. É bastante coisa, né? Espero que o tempo não nos traia e consigamos cumprir todo o programa que tracei para esta oficina. É sempre muito bom trabalhar em Salvador. O público é muito animado e há sempre uma energia muito estimulante e criativa envolvendo todos. Até lá!

FEIRA DO LIVRO DE BOLONHA

Todo ano a FNLIJ (Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil) prepara um catálogo de livros brasileiros para a Feira de Livros Infantis de Bolonha, que é apontada como uma das mais importantes do mundo, no gênero. Este ano é a 44ª edição da Feira. Na seleção (e no catálogo) para a Feira de 2007, segundo esta mesma instituição está o melhor da produção brasileira do ano anteriro (2006). A equipe que prepara o catálogo diz que "aposta na variedade e na qualidade dos artistas e editores dos livros brasileiros para crianças e jovens, que não medem esforços para produzirem esses objetos de arte, que, de algum modo, retratam a cultura brasileira".

É com grande emoção que encontro o meu livro "URURAU, PRAGA E PICA-PAU", da Editora Scipione, ilustrado por minha grande amiga Graça Lima no catálogo. É sempre emocionante saber que um livro brasileiro será mostrado fora do país. Além do catálogo, os livros vão juntos, para que o leitor, no caso, italiano, possa ver também o livro, que é exposto no stand brasileiro.




http://www.fnlij.org.br




segunda-feira, 2 de julho de 2007

VIAGEM A CHAPECÓ


Esta semana, no dia 5 de julho de 2007 estarei contando histórias na Feira do Livro do Colégio Marista, em Chapecó. Também estarei conversando, com alunos e professores, sobre meus livros, meu processo de criação, meu trabalho como ilustrador, contador de histórias e promotor de leitura.

Esse contato direto com o público é fundamental para que possamos dimensionar os nossos livros. Ouvir o leitor é fundamental para nós escritores, que temos a oportunidade, dentre tantas coisas, de desmistificar a figura do escritor (Não vivemos em altas torres, isolados do mundo; não somos corcundas e não temos barbas que arrastam no chão!); de aprender sobre nossa própria obra, com os comentários dos alunos e de humanização da literatura, que com a presença do escritor, fica palpável e até cotidiana. Acho fundamental encontrar-me com os meus leitores. Sempre saio destes encontros cheio de idéias para novos textos, com vontade de estudar mais, de pesquisar mais e, sobretudo, de fazer melhor e atingir mais pessoas! Pra mim é um verdadeiro presente!