Seguidores

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

AINDA MAIS UM LIVRO NOVO!

SISTO, Celso. Cavaleiro andante (livro de imagem). Ilustrações do autor. São Paulo, Paulus, 2007. 32 p.


O ano de 2007 foi fantástico na minha produção literária. No apagar das luzes, ainda saiu o meu primeiro livro de imagens. Um desafio e tanto para mim! Contar uma história só através das imagens, sem nada de texto escrito. A história vai se fazendo pela sequenciação das imagens. O leitor tem que ser muito atento, observar todos os detalhes, e ir criando o texto da história, na sua cabeça (ou verbalmente, ou por escrito, depende do leitor!). Por isso, as imagens precisam ser um pouco descritivas também!

Neste livro optei por usar um tratamento realista (embora esse realismo gere muita fantasia) e tintas aquareladas (não ouso dizer que trabalhei com aquarela!). Ficou curioso?


Vou contar um pouco da história:


O livro conta a história de um menino entediado, num dia chuvoso, impossibilitado de sair de casa e do seu quarto! Ele inventa, no quarto, mil brincadeiras, faz barulho e muita bagunça. Sua brincadeira predileta é cavalgar e viver aventuras diversas, montado em seu cavalo. Quando a confusão aumenta, a mãe aparece e manda ele arrumar o quarto. Na arrumação ele descobre um brinquedo esquecido, seu velho cavalo-de-pau. Nova brincadeira começa e ele extrapola os limites do quarto, imaginariamente, e encontra-se com Dom Quixote e Sancho Pança. A mãe volta e confisca o cavalo-de-pau. Mas agora ele descobre uma vassoura, que vira cavalo também. Desta vez ele se encontra com o Rei Arthur e seus cavaleiros. A mãe aparece com o pai e confisca a vassoura. Agora ele descobre um espanador e volta a ter o seu cavalo. Desta vez salva Rapunzel, e em meio a euforia da diversão, quebra o vidro da janela do quarto, abre a porta e se extende pelos limites da casa, quebrando algumas coisas no caminho. Desta vez aparece a família inteira: pai, mãe, avós e irmãos. Condenado a ir brincar fora de casa, mesmo sendo noite, o menino sobe num alazão e vai pelo mundo afora!


Foi esta a história que eu quis contar no livro, mas evidentemente não é a única história possível, e o leitor pode criar e (ler) muitas outras!


Para criar as imagens trabalhei basicamente com aquarelas e tintas bem aguadas, usando uma caneta preta, de ponta bem fina, para contornar os desenhos!



O que eu mais gosto no livro é a cara de satisfação do menino quando vive suas aventuras, e dos 3 personagens que o acompanham em tudo: um cachorro, um gato e uma salamandra.

Nenhum comentário: