Seguidores

sexta-feira, 4 de abril de 2008

FOTO DE PRESENTE

No ano passado, eu, Caio Ritter e Hermes Bernardi Jr. fomos jurados do 8º prêmio Habitasul - Revelação Literária, na categoria Dando a Letra, em que podem participar crianças até 12 anos. Foi uma delícia ler os textos e escolher depois, o premiado e os que estariam no livro, editado pela Habitasul, que (desculpem a similaridade sonora!), habitualmente é ofertado ao público, no dia da entrega do prêmio!

Como memória dessa noite de premiados, está aí a foto do vencedor Henrique Petiz Caetano com essa trinca de amigos! A foto, ganhei de presente do meu amigo Hermes (O mensageiro!).

6 comentários:

Hermes Bernardi Jr. disse...

E,para massagear nosso ego, soube que nossa comissão foi super pontual, super rápida, e super unânime. Pra não dizer que era a mais querida. Sem ofender aos outros jurados, claro, até por que não participei das outras comissões e tenho total respeito por todos. Mas quem mexe com literatura Infantil e Juvenil tem o seu quê de sutilezas.

Te mete!

beijos
Hermes

Fátima Campilho disse...

Uma honra receber a sua visita, Celso
Sisto!Também já recebi do Hermes Bernardi,uma graça de escritor. Só falta do Caio Riter, "o rapaz que é do sul". Consegui fazer o meu filho que só lê RPG ler O Rapaz que não era de Liverpool!
Imagine se não conheço Mundaréu e Textos e Pretextos...Ainda estou lendo seus posts e refletindo sobre a arte de contar histórias. Li,durante a última oficina com o Francisco Gregório, um artigo de sua autoria - Gente contante: apontamentos(sempre incompletos) de um contador de histórias. Sempre fui paixonada por livros. Leitora compulsiva. Nunca achei que fosse contadora de histórias porque sou uma desmemoriada! Pensava que não ia perder meu precioso e curto tempo decorando um texto quando poderia ler milhares! Quem disse que sou contadora de histórias foi a Regina Machado numa oficina feita no Simpósio de Contadores do ano passado. Foi lá que conheci Benita, Cléo Busatto, Ilan Brenman. Custei a acreditar. Resolvi assumir e procurar encontrar o fio perdido da minha história em todas as histórias que ouvi e li. Também estou retomando o prazer de escrever. Outro parto!Passei uns vinte anos apenas corrigindo os textos alheios. Comecei a escrever um livro, uma bos história, mas parei no primeiro capítulo, empaquei!Tão caótico quanto a esritora.Umberto Eco me aguarda na estante para seis passeios pelo bosque da ficção. Quem sabe consigo fazer o sétimo.
Parabéns pelos prêmios e pelo doutoramento. Outra coisa que não me atrevo! Já pensou a banca me olhando e eu olhando para ela sem lembrar o que estou fazendo ali?
Vamos deixar de conversa fiada que você tem mais o que fazer. Volto sempre porque quero ler tudo o que escreveu aqui e lá no Céu de Belorofonte.
Deve ser muito bom morar numa cidade com o cheiro de cidreira e longe dos mosquitos da dengue.
Abraços.

Fátima Campilho disse...

Olha eu aqui outra vez!
Agumas correções no comentário anterior: apaixonada e boa! Texto sem revisão dá nisso.
Voltei para dizer que soube com antecedência do encontro regional de contadores em Picada Café e fiquei sonhando com o lugar e as oficinas que seriam ministradas. Aliás, vivo com os pés no chão e com a cabeça em outras esferas> Fiquei meses dizendo que ia para a Colômbia por influência da Benita. De volta à Terra, não quero mais ir!
Mais abraços.

celso sisto disse...

Hermes, meu querido!
Participar desta comissão foi realmente uma alegria e um luxo!
Vocês foram excelentes parceiros!
Estou doido pra me encontrar com um tal rinoceronte!
Te mexe!
Beijos
Celso Sisto

celso sisto disse...

Oi, Fátima!

Adorei sua coragem e sua ousadia para perseguir o fio das histórias. Só há alegrias para quem se dispõem a correr para atar a linha partida que é sinal destes tempos. A ruptura, a descontinuidade pode interessar à modernidade, mas nós, que amamos a tradição da palavra narrada oralmente, amamos o convívio com os outros, através das histórias.
Obrigado por sua visita. Se eu puder ser útil em alguma coisa, estou às ordens!
Se quiser ver mais alguns textos, visite o meu site: www.celsosisto.com
Beijão do
Celso Sisto

celso sisto disse...

Ah, Fátima, em novembro vou estar coordenando aqui, para a Feira do Livro de Porto Alegre, um encontro, que idealizei e eles toparam fazer. Será o Seminário "A Arte de Contar Histórias: conto de autor". Nosso foco de trabalho e discussão será a narração oral de histórias que não são da tradição oral. Serão 3 dias de oficinas, debates e mini sessões de contos. Você já está convidada. A abertura será no dia 13 de novembro e as atividades de 14 a 16 de novembro de 2008. Uma ótima oportunidade para conhecer essa que pra mim é a melhor Feira de Livros do país. Quem estará na programação? Veja no meu blog.
Beijo do
Celso Sisto