Seguidores

sábado, 24 de outubro de 2009

OFICINA NO CIRANDAR


O Cirandar (Centro de Integração de Redes Sociais e Culturas Locais) é uma ong que tem como missão apoiar as redes de culturas buscando a inclusão social de crianças, jovens e adultos por meio do desenvolvimento de ações que promovam a integração social, a formação e a cultura.

Eles explicam:

"A vontade de contribuir para a dinamização de redes de pessoas, instituições e de parceiros que visem a promoção da inclusão social e cultural de comunidades em situações de vulnerabilidade ou risco social é que uniu o grupo de profissionais e pesquisadores com larga experiência em educação popular, comunicação cidadã e articulação em torno ao CIRANDAR".

Pois, ontem, 23 de outubro de 2009 estive eu, na sede da ong, dando uma oficina para os promotores de leitura. Foi uma oficina sobre A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS.
Conversamos sobre algumas questões técnicas, fizemos um relaxamento, apontamos elementos importantes nos fatos narrados a partir da nossa própria memória, dividimos o grupo em 2 grupos. E a partir do uso de um livro de imagem, cada grupo se preparou para contar a história, explorando os elementos TEXTO, CORPO e VOZ (incluindo recursos sonoros: musicalidade, ritmos, onomatopéias, etc.).

Vejamos os grupos trabalhando...

Lendo a história contida no livro

Ensaiando a história criada pelo grupo

Apresetando: a contação era coletiva, mas cada um narrava um pedaço da história!

Gostei muito dos mediadores de leitura, que vieram de vários pontos da cidade, desde bibliotecas situadas em vilas até os voluntários (funcionários) das lojas C&A. Aliás, o Instituto C&A é um dos parceiros da referida Ong, jutno com o Centro Cultura Companhia de Arte, que abriga a sede da Ong.

O grupo estava bem motivado, super interessado e o resultado do trabalho foi muito bom. Passamos uma tarde agradável e divertida.

Agradeço imensamente o convite e a maravilha de participar deste trabalho do CIRANDAR!!!!

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

TRÊS LIVROS NO PNBE 2010!!!!!!!!!!





Pode parecer exagerada a minha vibração! Mas três títulos meus farão parte da próxima compra do governo federal, para o projeto PROGRAMA NACIONAL DE BIBLIOTECAS ESCOLARES. Todo mundo sabe que as tiragens são enormes e os livros vão para quase todas as escolas do país (será que é isso mesmo?). Bom, isso é melhor do que qualquer outro prêmio, porque com isso os livros vão para as bibliotecas das escolas e muitos leitores podem ter acesso às nossas obras. Os prêmios institucionais, muitas vezes, não fazem os livros chegarem às mãos dos leitores. Não seria esse o melhor prêmio para um escritor? Pra mim é!

Os meus livros selecionados desta vez foram:

- O CASAMENTO DA PRINCESA, editora Prumo
- CHÁ DAS DEZ, editora Aletria
- ELES QUE NÃO SE AMAVAM, editora Nova Fronteira.
Espero que essas obras possam circular por esse imenso país e chegar a muitos corações!
Estou dando pulos de felicidade!!!!

PROGRAMA ADOTE UM ESCRITOR 2009


Pois foi dada a largada!

Fui à primeira escola do Adote deste ano!

A Escola está situada na vila Bom Jesus. Uma escola grande, com aulas nos três turnos, chamada JOSÉ MARIANO BECK. Uma coisa curiosa: sempre pergunto para as crianças se eles sabem quem foi a pessoa que nomeia a escola onde eles estudam. Às vezes não sabem. Desta vez, sabiam!

Foi um deputado, acho que da área de Direito, e que foi morador da vila. Pelo visto, fez muito pelo lugar e ajudou na construção da Escola.

A escola trabalhou com os alunos vários dos meus livros. Alguns são sucesso absoluto: O VESTIDO, EMBURRADO, ELES QUE NÃO SE AMAVAM, TININHA CEREJA, O CASAMENTO DA PRINCESA... Esses tem sido os mais comentados pelas crianças.

E os professores fazem trabalhos muito criativos com as crianças. Cada coisa emocionante! Vi uma série de varais com ilustrações feitas pelos alunos, para o livro O VESTIDO. Ouvi até um depoimento de uma das professoras, sobre essa roupa mágica, que teria o poder de fazer com que eles, ao usarem-na, se sentissem poderosos, valorizados, melhores, etc... Comovente! Ela me contou de um aluno que se sentia assim no dia em que ia para a escola com a camisa do seu time: virava um craque, coisa que ele só parecia ser no ato mágico de vestir essa roupa investida de poder transformador! Gostei!

O encontro foi dividido em 3 momentos, e em cada um deles contei uma história. Eu estava particularmente com a corda toda neste dia e me diverti muito no meio das crianças. Sinto-me tão útil fazendo isso, sinto-me tão cheio de afeto, recebido deles e multiplicado, por causa deles, nas histórias que reparto com eles! E com certeza, volto pra minha casa, mais feliz, mais humano. Talvez eles não saibam que eu sou o verdadeiro presenteado nestas ocasiões. Só posso agradecer, com o coração transbordando! Principalmente aos abnegados professores, que fazem coisas do arco-da-velha com tão poucos recursos. E o brilho no olho? De professores, serventes, alunos, comunidade? São esses raiozinhos do olhar que fazem a gente brilhar, de emoção e de gratidão!

Vejam alguns dos trabalhos que os professores fizeram:

1) O álbum OS DESEMBURRADOS, a partir do meu livro EMBURRADO



















2) A criação dos bonecos ALBERTO e BERNARDO, personagens do livro ELES QUE NÃO SE AMAVAM























3) Um maravilhoso álbum, feito pelos alunos e professores, cheio de lembrancinhas, bilhetes de cada aluno, fotos, cd com depoimentos, poemas coletivos - uma maravilha!

A turma A21 até fez um poema, RECEITA PARA DESEMBURRAR, baseado no meu livro EMBURRADO:

"Tá emburrada?
Bota o dedo na tomada!
Ficou de castigo?
Não vai brincar com o amigo.
Deixou comida no prato?
Vai morar no mato.
Chuva o dia todo?
Só pra criar lodo.
Menino, vá tomar banho!
Se não eu apanho.
Chega de tevê!
Vai virar Saci-Pererê.
Menino larga esta bola,
Vai direto para escola".

Um beijo bem grande, cheio de histórias, pro pessoal da MARIANO BECK!!!!

domingo, 11 de outubro de 2009

FEIRA DO LIVRO NO URUGUAI!

Celso Sisto, Marina Colasanti e Alejandro García, da Embaixada do Brasil no Uruguai


As histórias e os livros podem nos levar longe! Em vários sentidos, claro!
Pois desta vez a Embaixada do Brasil, no Uruguai, me convidou para ir à Feira do Livro de San José de Mayo. Havia possibilidade de levar dois escritores e ilustradores brasileiros. Principalmente porque fazia parte da programação da feira a exposição 6º Traçando Histórias (exposição organizada pela feira do livro de Porto Alegre). Fomos eu e Marina Colasanti.
Era a 4ª Feira de promocion de la lectura y el libro, que aconteceu de 29 de setiembre al 4 de octubre de 2009, cujo tema era "lectores del siglo XXI". A Feira estava espalhada pela cidade, com atividades na praça, no Club San Jose, na Casa de la Cultura de San Jose, na Catedral, no auditório da Companhia Telefônica e outros tantos lugares.
San Jose é uma charmosa cidade que fica a 100 km de Montevideo. Os brasileiros são muito bem vindos lá. O povo de San Jose é frequentador assíduo das praias do litoral sul do Brasil, especialmente as de Santa Catarina.
Contei histórias para crianças (na faixa dos 9 anos), no dia 2 de octubre, na CARPA DE LA PALAVRA, que era uma tenda montada na praça principal da cidade.

Celso Sisto contando histórias na Carpa de la Palabra

Participei de uma sessão de histórias ao vivo e transmitida para o Peru, que foi uma das coisas que me chamou atenção. Essa atividade foi no Auditório da Companhia Telefônica. Os alunos de uma escola do Peru contavam histórias para os alunos de uma escola de San Jose (e vice-versa), reunidos nesta sala virtual de ANTEL. O sistema era o de video conferência e a atividade se chamou "niños peruanos y uruguayos unidos por la palabra".

Zé Luis Peixoto contando histórias no auditório da Antel, no evento de video conferência

Também estava acontecendo junto com a feira o 9º Encuentro de Narración Oral, organizado pela contadora de histórias uruguai, Niré Collazo, que eu já conhecia desde a primeira vez que estive contando histórias na Argentina, lá pelos idos de 1996 ou 1997 (se a memória não me falha). Nos encontramos depois no Brasil, no Simpósio de Contadores de Histórias. Niré, quando soube que eu estava lá, logo me convidou para participar de uma série de atividades.
No dia 3 de octubre fiz uma oficina maravilhosa, com o mexicano Heber Banda e depois participei de uma mesa redonda, cujo tema era "Binomio Narración Oral - Literatura: inseparables?. Também participaram desta mesa AIDA MARCUSE (escritora uruguaia), DIANA TARNOFKY (narradora oral argentina) e MARINA COLASANTI (escritora brasileira).

Diana Tarnofky, Aída Marcuse, Marina Colasanti, Celso Sisto


A feira do livro foi organizada especialmente pelo pessoal da INTENDÊNCIA MUNICIPAL DE SAN JOSÉ DE MAYO, com uma equipe maravilhosa, comandada por Celeste Verges. Uma mulher sonhadora, guerreira, que mesmo tendo perdido a mãe, naqueles dias, estava lá, fazendo o que era possível.
Momento inesquecível: eu e Marina, acompanhados de Viviana (da equipe da Intendência) assistimos a um concerto na Catedral, com o Coro de la Universidad de la Republica, da Escuela Universitaria de Musica. Foi de arrepiar! Que acústica tinha a igreja (de São José, claro!) e que solistas maravilhosas tem o coro!

Viviana (Intendência de San Jose), Celso Sisto, Marina Colasanti
e Alejandra (Intendência de San Jose)

Como tenho um enorme interesse nos escritores de literatura infantil e quero muito que meus alunos conheçam os grandes escritores latino-americanos, trouxe um montão de livros de lá. Chamou-em atenção a obra de SUSANA OLAONDO, ROY BEROCAY, MARIO DELGADO APARAÍN e MAURICIO ROSENCOF, este, em especial, tem um livro poético e lindíssimo, chamado LEYENDAS DEL ABUELO DE LA TARDE. Impressionante também a procura dos livros do escritor ROY BEROCAY, um fenômeno de popularidade entre os leitores na faixa dos 8, 9, 10 anos!
Foi encantador reencontrar DIANA TARNOFKY (da Argentina) e conhecer outros maravilhosos contadores de histórias uruguaios (ROBERTO, LUÍS, VIRGÍNIA). O escritor uruguaio IGNACIO MARTINEZ também estava lá e é sempre bom encontrá-lo. E que intensidade tem o trabalho do mexicano HEBER BANDA! E que força e alegria tem VIRGÍNIA! Meu Deus, foi maravilhoso!
Luís, Niré Collazo, Diana Tarnofky, Heber Banda, Virgínia, Celso Sisto


Também quero ressaltar e agradecer especialmente o carinho de CELESTE VERGES, ALEJANDRA e VIVIANA (da Intendência), ALEJANDRO GARCÍA (do setor cultural da embaixada brasileira) e NIRÉ COLLAZO. Vocês fazem a diferença!
E claro, viajar com MARINA COLASANTI é sempre um presente dos deuses!

FEIRA DO LIVRO DE ALVORADA 2009


Acabou de acontecer a 10ª Feira do Livro de Alvorada (RS) e eu estive lá.

No dia 01 de outubro estive conversando com os alunos da EMEF CLEO DOS SANTOS. Foi um gostoso papo sobre meus livros novos e uma saborosa sessão de histórias, em que contei "O macaco e a velha", li poemas do meu livro "O cheiro da lembrança" (editora Prumo) e respondi perguntas da garotada.

Também contei, no espaço infantil da SMED, para os pequeninos, "Menina bonita do laço de fita", de Ana Maria Machado, história que conto há uns 20 anos... E que sempre é sucesso! Apesar de hoje em dia, todo mundo contar essa história! Mas quero lembrar que eu conto o texto da Ana Maria, igual está no livro!



Obrigado, Lena, pelo convite!