Seguidores

domingo, 11 de outubro de 2009

FEIRA DO LIVRO NO URUGUAI!

Celso Sisto, Marina Colasanti e Alejandro García, da Embaixada do Brasil no Uruguai


As histórias e os livros podem nos levar longe! Em vários sentidos, claro!
Pois desta vez a Embaixada do Brasil, no Uruguai, me convidou para ir à Feira do Livro de San José de Mayo. Havia possibilidade de levar dois escritores e ilustradores brasileiros. Principalmente porque fazia parte da programação da feira a exposição 6º Traçando Histórias (exposição organizada pela feira do livro de Porto Alegre). Fomos eu e Marina Colasanti.
Era a 4ª Feira de promocion de la lectura y el libro, que aconteceu de 29 de setiembre al 4 de octubre de 2009, cujo tema era "lectores del siglo XXI". A Feira estava espalhada pela cidade, com atividades na praça, no Club San Jose, na Casa de la Cultura de San Jose, na Catedral, no auditório da Companhia Telefônica e outros tantos lugares.
San Jose é uma charmosa cidade que fica a 100 km de Montevideo. Os brasileiros são muito bem vindos lá. O povo de San Jose é frequentador assíduo das praias do litoral sul do Brasil, especialmente as de Santa Catarina.
Contei histórias para crianças (na faixa dos 9 anos), no dia 2 de octubre, na CARPA DE LA PALAVRA, que era uma tenda montada na praça principal da cidade.

Celso Sisto contando histórias na Carpa de la Palabra

Participei de uma sessão de histórias ao vivo e transmitida para o Peru, que foi uma das coisas que me chamou atenção. Essa atividade foi no Auditório da Companhia Telefônica. Os alunos de uma escola do Peru contavam histórias para os alunos de uma escola de San Jose (e vice-versa), reunidos nesta sala virtual de ANTEL. O sistema era o de video conferência e a atividade se chamou "niños peruanos y uruguayos unidos por la palabra".

Zé Luis Peixoto contando histórias no auditório da Antel, no evento de video conferência

Também estava acontecendo junto com a feira o 9º Encuentro de Narración Oral, organizado pela contadora de histórias uruguai, Niré Collazo, que eu já conhecia desde a primeira vez que estive contando histórias na Argentina, lá pelos idos de 1996 ou 1997 (se a memória não me falha). Nos encontramos depois no Brasil, no Simpósio de Contadores de Histórias. Niré, quando soube que eu estava lá, logo me convidou para participar de uma série de atividades.
No dia 3 de octubre fiz uma oficina maravilhosa, com o mexicano Heber Banda e depois participei de uma mesa redonda, cujo tema era "Binomio Narración Oral - Literatura: inseparables?. Também participaram desta mesa AIDA MARCUSE (escritora uruguaia), DIANA TARNOFKY (narradora oral argentina) e MARINA COLASANTI (escritora brasileira).

Diana Tarnofky, Aída Marcuse, Marina Colasanti, Celso Sisto


A feira do livro foi organizada especialmente pelo pessoal da INTENDÊNCIA MUNICIPAL DE SAN JOSÉ DE MAYO, com uma equipe maravilhosa, comandada por Celeste Verges. Uma mulher sonhadora, guerreira, que mesmo tendo perdido a mãe, naqueles dias, estava lá, fazendo o que era possível.
Momento inesquecível: eu e Marina, acompanhados de Viviana (da equipe da Intendência) assistimos a um concerto na Catedral, com o Coro de la Universidad de la Republica, da Escuela Universitaria de Musica. Foi de arrepiar! Que acústica tinha a igreja (de São José, claro!) e que solistas maravilhosas tem o coro!

Viviana (Intendência de San Jose), Celso Sisto, Marina Colasanti
e Alejandra (Intendência de San Jose)

Como tenho um enorme interesse nos escritores de literatura infantil e quero muito que meus alunos conheçam os grandes escritores latino-americanos, trouxe um montão de livros de lá. Chamou-em atenção a obra de SUSANA OLAONDO, ROY BEROCAY, MARIO DELGADO APARAÍN e MAURICIO ROSENCOF, este, em especial, tem um livro poético e lindíssimo, chamado LEYENDAS DEL ABUELO DE LA TARDE. Impressionante também a procura dos livros do escritor ROY BEROCAY, um fenômeno de popularidade entre os leitores na faixa dos 8, 9, 10 anos!
Foi encantador reencontrar DIANA TARNOFKY (da Argentina) e conhecer outros maravilhosos contadores de histórias uruguaios (ROBERTO, LUÍS, VIRGÍNIA). O escritor uruguaio IGNACIO MARTINEZ também estava lá e é sempre bom encontrá-lo. E que intensidade tem o trabalho do mexicano HEBER BANDA! E que força e alegria tem VIRGÍNIA! Meu Deus, foi maravilhoso!
Luís, Niré Collazo, Diana Tarnofky, Heber Banda, Virgínia, Celso Sisto


Também quero ressaltar e agradecer especialmente o carinho de CELESTE VERGES, ALEJANDRA e VIVIANA (da Intendência), ALEJANDRO GARCÍA (do setor cultural da embaixada brasileira) e NIRÉ COLLAZO. Vocês fazem a diferença!
E claro, viajar com MARINA COLASANTI é sempre um presente dos deuses!

2 comentários:

Fátima Campilho disse...

Nossa, que maravilha!
Contou tõ bem que até parece que eu também estava lá.
Abraços

Tânia Alexandre Martinelli disse...

Celso, que maravilha!!!
Você é uma pessoa muito talentosa, é uma delícia ouvi-lo contar histórias. Foi bom te ver (correndíssimo) em Alvorada. Espero te rever na Feira de POA agora.
Bjs e sucesso sempre!
Tânia