Seguidores

domingo, 11 de abril de 2010

CURSO DE LITERATURA INFANTO JUVENIL NAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS - ANO III

Enfim, começou o curso das PAULINAS.
O curso dura o ano inteiro, vai até dezembro e é dividido em 10 módulos. Cada módulo é ministrado por um professor diferente, quase sempre autor, pesquisador destacado, especialista no assunto.

Eu tive o privilégio de abrir os trabalhos de 2010 com uma oficina sobre literatura africana.

Trabalhei, de forma geral o conto popular africano. Não era uma palestra, era uma oficina... Portanto, necessário colocar as pessoas para produzirem. Trabalho sempre de forma dinãmica, instigando a participação dos alunos, em grupos, a criação e o debate.

Minha oficina chamou-se É DE KILUNDU, KIANDA E MBONDO A PALAVRA QUE ME CORRE NAS VEIAS.

Fizemos:

- Um levantamento do que se conhece de literatura africana e de cultura africana e afro-brasileira;
- Brincamos com uma história, recontada por mim (com máscaras e a participação do público), que se chama "Como a gata entrou na casa";
- Lemos em conjunto o conto popular, recontado por AGNES AGBOTON, "A menina inhame', (tradução minha);
- Em 8 grupos levantamos vários aspectos do texto, como a condição da mulher, a importância da oralidade, as metamorfoses, usos e costumes, a relação com a natureza, etc. Esse momento de sondagem no texto eu chamo de DETETIVANDO;
- Exploramos o KITLIT.

O KITLIT é uma caixa, um "kit" em que eu coleciono literatura africana. Cada grupo recebeu um kit para explorar. No kit há: uma ilustração de literatura infantil africana, um poema de autor africano, uma cantiga africana, uma palavra em alguma língua africana, um conto popular africano e um ditado popular africano.

A partir da exploração desse material, cada um dos grupos recebia uma tarefa, do tipo: usando o material do kit, inventar um jogo cantado, um jogo de memória, um jogo cênico, um jogo filosófico, um jogo enigmático, um jogo de exploração dos papéis sociais, etc...

Esse foi realmente um ponto alto no trabalho. As trocas foram ricas e intensas. Embora saibamos que muito precisamos aprender sobre as várias Áfricas e sobre as literatura africanas.

Como havia prometido disponibilizar uma relação de livros de contos africanos (em geral, contos populares, mas há também livro informativo na lista e livros que exploram a temática afro-brasileira), coloco-a aqui, para cumprir a promessa.

Eu fiquei contentíssimo com o resultado. Foram 3 oficinas (sexta de manhã, sexta à tarde e sábado de manhã, 9 e 10 de abril de 2010), no auditório das Paulinas, no Centro de Porto Alegre. Grupos de 100 a 120 alunos em média.

Saímos todos com vontade de um curso com maior carga horária. Prometido para o próximo ano!

BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA
ALMEIDA, Gercilga de. Bruna e a galinha d’Angola. Rio de Janeiro, EDC e Pallas, 2006.

ASARE, Meshack. O chamado de Sosu. Trad. Maria Dolores Prades. São Paulo, Edições SM, 2005.

______________. A cabra mágica. Trad. Cláudia Ribeiro Mesquita. São Paulo, Edições Sm, 2007.

BADOE, Adwoa. Histórias de Ananse. Trad. Marcelo Pen. São Paulo, Edições SM, 2006.

BEATA DE YEMONJÁ, Mãe. Caroço de dendê, a sabedoria dos terreiros: como ialorixás e babalorixás passam conhecimentos a seus filhos (2ª ed). Rio de Janeiro, Pallas, 2006.

BARBOSA, Rogério Andrade. Pigmeus, os defensores da floresta. São Paulo, DCL, 2009.

BARBOSA, Rogério Andrade. O senhor dos pássaros. São Paulo, Melhoramentos, 2006.

________________. Irmãos Zulus. São Paulo, Larousse do Brasil, 2006.

________________. Nyangara Chena, a cobra curandeira. São Paulo, Scipione, 2006.

________________. Os três presentes mágicos. Rio de Janeiro, Record, 2007.

________________. Uma idéia luminosa (2ª Ed.). Rio de Janeiro, Pallas, 2007.

________________. Os gêmeos do tambor. São Paulo, DCL, 2007.

________________. Não chore ainda não. São Paulo, Larousse do Brasil, 2007.

________________. O segredo das tranças e outras histórias africanas. São Paulo, Scipione, 2007.

________________. Três contos africanos de adivinhação. São Paulo, Paulinas, 2009.

________________. Outros contos africanos para crianças brasileiras. São Paulo, Paulinas, 2006.
________________. Contos africanos para crianças brasileiras. São Paulo, Paulinas, 2004.
________________. Como as histórias se espalharam pelo mundo. São Paulo, DCL, 2002.
________________. Histórias africanas para contar e recontar. São Paulo, Editora do Brasil, 2001.
________________. Duula, a mulher canibal. São Paulo, DCL, 1999.

________________. Bichos da África: lendas e fábulas, 4 volumes (4ª ed.). São Paulo, Melhoramentos, 1997.

BRAZ, Júlio Emílio. Lendas da África. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2005.

_____________. Sikulume e outros contos africanos. Rio de Janeiro, Pallas, 2005.


BORGES, Rogério. O negrinho Ganga Zumba. São Paulo, Editora do Brasil, 1988.

BREITMAN, André Koogan. Por que o sol e a lua vivem no céu: um conto popular africano. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 2004.

BRENMAN, Ilan. Contador de histórias de bolso: África. São Paulo, Moderna, 2008.

CANTON, Katia. Entre o rio e as nuvens: algumas histórias africanas. São Paulo, Difusão Cultural do Livro, 1997.

CARREIRA, Denise. Lendas africanas: e a força dos tambores cruzou o mar. São Paulo, Salesiana, 2008.

CASTANHA, Marilda. Agbalá, um lugar-continente. São Paulo, Cosac Naif,y, 2007.

CENDRARS, Blaise. Pequenos contos negros também para crianças brancas. Trad. Ana Maria Lisboa de Mello. Porto Alegre, L&PM, 1989.

CUNHA, Carolina. Caminhos de Exu. São Paulo, Edições SM, 2005.

_______________. Eleguá. São Paulo, Edições SM, 2007.

_______________. Yemanjá. São Paulo, Edições SM, 2007.
DALY, Niki. Cadê você, Jamela? Trad. Luciano Machado. São Paulo, SM, 2007.

DIALLO, Mamadou. Os chifres da hiena e outras histórias da África Ocidental. Trad. Annita Costa Malufe. São Paulo, Edições Sm, 2007.

DIOUF, Sylviane A. As tranças de Bintou. Tradução de Charles Cosac. São Paulo, Cosac Nify, 2004.

FERRAUD, Marie (sel. e adap.). Contos africanos. Trad. Antònio Manuel Couto Viana et ali. Lisboa, São Paulo, Verbo, 1977.

FRANCHINI, A. S. & SEGANFREDO, Carmem. As melhores histórias da mitologia africana. Porto Alegre, Artes e Ofícios. 2008.

FROBENIUS, Leo & FOX, Douglas C. A gênese Africana: contos, mitos e lendas da África. São Paulo, Landy, 2005.

GALDINO, Luiz. Mwindo e o dragão (3ª ed.). São Paulo, FTD, 1995.

GASPAR, Eneida. Falando banto. Rio de Janeiro, Pallas, 2007.

GENDRIN, Catherine. Volta ao mundo dos contos nas asas de um pássaro. Trad. Heitor Ferraz Mello. São Paulo, Edições SM, 2007.

GLASGOW, Roy Arthur. Nzinga. São Paulo, Perspectiva, 1982.

GIOIELLI, Décio. A mbira da beira do rio Zambeze. São Paulo, Moderna, 2007.

JOSÉ, Ganymédes. Na terra dos orixás. São Paulo, Editora do Brasil, 1988.

KALEKI. Anansi, o velho sábio. Trad. Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo, Companhia das Letrinhas, 2007.

KREBS, Laurie. Um safári na Tanzânia. Trad. Claúdia R. Mesquita e Heitor Ferraz Mello. São Paulo, SM, 2007.

LIMA, Heloisa Pires. Histórias da Preta. São Paulo, Cia. das Letrinhas, 1998.

LIMA, Heloísa Pires. A semente que veio da África. São Paulo, Salamandra, 2005.

MARTINS, Adilson. O papagaio que não gostava de mentiras e outras fábulas africanas. Rio de Janeiro, Pallas, 2008.

_______________. Erinlé, o caçador e outros contos africanos. Rio de Janeiro, Pallas, 2008.

_______________. Lendas de Exu. Rio de Janeiro, Pallas, 2008.

MEDEARIS, Angela Shelf. Os sete novelos: um conto de kwanzaa. Trad. André Jenkino do Carmo. São Paulo, Cosac Naify, 2005.

MHLOPHE, Gcina. Histórias da África. Trad. Jaci Maraschin. São Paulo, Paulinas, 2007.

MOUTINHO, Viale (org.). Contos populares de Angola: folclore quibundo (4ª ed.). São Paulo, Landy, 2002.

MUTÉN, Burleigh. Histórias do avô: histórias de deuses e heróis de várias culturas. Trad. Geraldo Korndorfer e Luís Marcos Sander. São Paulo, Paulinas, 2008.

MUTÉN, Burleigh. Histórias da avó: contos da mulher sábia de várias culturas. Trad. Geraldo Korndorfer e Luís Marcos Sander. São Paulo, Paulinas, 2008.

ONDJAKI. O leão e o coelho saltitão. Rio de Janeiro, Língua geral , 2009.

ORTHOF, Sylvia. O rei preto de Ouro Preto. São Paulo, Moderna, 1997.

PEREIRA, Edmilson de Almeida. Histórias trazidas por um cavalo-marinho. São Paulo, Paulinas, 2005.

________________. Os reizinhos do Congo. São Paulo, Paulinas, 2004.

PETROVICH, Carlos & MACHADO, Vanda. Irê Ayó: mitos afro-brasileiros. Salvador, EDUFBA, 2004.

PINGUILLY, Yves. Contos e lendas da África. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo, Cia. das Letras, 2005.

PRANDI, Reginaldo. Os príncipes do destino: histórias da mitologia afro-brasileira. São Paulo, Cosac Naify, 2001.

________________. Ifá, o adivinho: histórias dos deuses africanos que vieram para o Brasil com os escravos. São Paulo, Cia. das Letrinhas, 2002.

_________________. Xangô, o trovão: outras histórias dos deuses africanos que vieram para o Brasil com os escravos. São Paulo, Cia. das Letrinhas, 2003.

________________.Oxumaré, o Arco-Íris. São Paulo, Cia. das Letrinhas, 2004.

PRANDI, Reginaldo. A criação do mundo: contos e lendas afro-brasileiros. São Paulo, Companhia das Letras, 2007.

QUENTIN, Laurence. Ao sul da África: na África do Sul, os ndebeles. No Zimbábue, os xonas. Em Botsuana, os bosquímanos. Trad. Rosa Freire d’Aguiar. São Paulo, Companhia das Letrinhas, 2008.

ROSÁRIO, Lourenço Joaquim da Costa. Contos africanos. Lisboa, Texto Editora, 2001.

SANTOS, Deoscoredes M. dos. Contos negros da Bahia e contos de nagô. Salvador, Corrupio, 2003.

SANTOS, Joel Rufino dos. O presente de Ossanha. São Paulo, Global, 2006.

SANTOS, Joel Rufino dos. Gosto de África: histórias de lá e daqui (3ª ed.). São Paulo, Global, 2005.

SANTOS, Joel Rufino dos. Rainha Quiximbi. São Paulo, Ática, 1986.

SAÚTE, Nelson. O homem que não podia olhar para trás. Rio de Janeiro, Língua Geral, 2006.

SAVAGET, Luciana. Sua majestade, o elefante: contos africanos. São Paulo, Paulinas, 2006.

SELLIER, Marie. A África, meu pequeno Chaka. São Paulo, Cia. das Letrinhas, 2006.

SILVA, Alberto da Costa e. Um passeio pela África. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 2006.

SILVA, Fernando Correia da. Maravilhas do conto africano. Trad. de Maria Adelaide Baptista Nunes. São Paulo, Cultrix, 1962.

SILVA, Fernando Correia da. Contos africanos. Trad. de Maria Adelaide Baptista NunesRio de Janeiro, Ediouro, s.d.

SISTO, Celso. Mãe África: mitos, lendas, fábulas e contos. Il. do autor. São Paulo, Paulus, 2007. 144 p.

__________. Lebre que é lebre não mia. Il. do autor. São Paulo, Larousse, 2007. 40 p.

___________. O casamento da princesa. Il. Simone Matias. São Paulo, Prumo, 2009. 32p.

SOLER-PONT, Anna. O príncipe medroso e outros contos africanos. Trad. Luis Reyes Gil. São Paulo, Cia. das Letras, 2009

SUNNY. Uloma: a casa da beleza e outros contos. São Paulo, Paulinas, 2006.

_______. Contos da lua e da beleza perdida. São Paulo, Paulinas, 2008.

VALE, Fernando. Contos tradicionais dos países lusófonos. Lisboa, Instituto Piaget, 2001.

VALE, Fernando. Histórias portuguesas e angolanas para as crianças. Lisboa, Instituto Piaget, 2004.

VALE, Fernando. Histórias portuguesas e cabo-verdianas para as crianças. Lisboa, Instituto Piaget, 2004.

VALE, Fernando. Histórias portuguesas e moçambicanas para as crianças. Lisboa, Instituto Piaget, 2004.

VALE, Fernando. Histórias portuguesas e guineenses para as crianças. Lisboa, Instituto Piaget, 2004.

VALE, Fernando. Histórias portuguesas e são-tomenses para as crianças. Lisboa, Instituto Piaget, 2005

VERGER, Pierre Fatumbi. Influências. São Paulo, Companhia Ediotra Nacional, 2005.

VERGER, Pierre Fatumbi. Crianças. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 2005.

VERGER, Pierre Fatumbi. O mundo do trabalho. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 2005.

VERGER, Pierre Fatumbi. A vida em sociedade. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 2005.

WILLIS, Roy. Mitologias: deuses, heróis e xamãs nas tradições e lendas de todo o mundo. Trad. de Thaís Costa e Luiz Roberto Mendes Gonçalves. São Paulo, Publifolha, 2007.

ZATS, Lia. Coleção Marrom de Terra (Luanda, filha de Iansã; Manu da noite enluarada; Papí, o construtor de pipas; Tenka preta pretinha; Uana e Marrom de Terra). São Paulo, Biruta, 2007.


PARA ADULTOS


ACHEBE, Chinua. O mundo se despedaça. Trad. Vera Queiroz da Costa e Silva. São Paulo, Companhia das Letras, 2009.

BÂ, Amadou Hampâté. Amkoullel, o menino fula. Trad. Xina Smith de Vasconcellos. São Paulo, Palas Athena; Casa das Áfricas, 2003.

GUIMARÃES, Sérgio. Zé, Mizé, camarada André. Rio de Janeiro, Record, 2008.

OLINTO, Antonio. A casa da água (trilogia Alma da África, volume 1). Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2007.

______________. O rei de Keto (trilogia Alma da África, volume 2). Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2007.

______________. Trono de vidro (trilogia Alma da África, volume 3). Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2007.

PEREIRA, Edmilson de Almeida. Malungos na escola - questões sobre culturas afrodescendentes e educação. São Paulo, Paulinas, 2007.

PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos orixás. São Paulo, Cia. das Letras, 2001.

SOUZA, Licia Soares de (org.). Dicionário de personagens afrobrasileiros. Salvador, Quarteto, 2009.

DEPOIMENTO

http://www.ted.com/talks/lang/por_pt/
chimamanda_adichie_the_danger_of_a_single_story.html

5 comentários:

Aline disse...

Puxa, que inveja!!
Adoraria participar de um curso desse aqui no Rio...

Fátima Campilho disse...

Meu querido, saudades!
Suas oficinas valem um milhão!
Li quase todos os infantis.
Acho que não saberia inventar esses jogos todos, exceto o cantado e o cênico! Tem bibliografia para que eu tenha uma ideia de como fazê-los?
Beijo

Anônimo disse...

Olá, tudo bom?
Preciso do seu contato para fazer uma matéria sobre sua oficina. Por favor, me escreva eliantonellijornalismo@gmail.com

Um grande abraço
Eli Antonelli
jornalismo
CURITIBA PR
Revista BRASIS Afro

Pagulina disse...

Assim como a Aline, também gostaria de ter esse curso aqui em São Paulo, pois estou procurando um curso sobre literatura infanto-juvenil para fazer por aqui, mas só encontro em outros estados...que tristeza.
Bem, parabéns pela proposta, as Paulinas poderiam multiplicar esse curso em outros estados...

Um abraço,
Patrícia

RAYA disse...

Gostei do seu blg . Vai me dar mais algumas ideias o meu blog www.literaturasafrikanas.blogspot.com.
Um bom ano de 2012