Seguidores

sábado, 10 de julho de 2010

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O LABORATÓRIO DE AUTORIA DE 2010


LABORATÓRIO DE AUTORIA
Escrevendo histórias para crianças

Objetivo: promover a produção textual destinada ao leitor criança

Período: de 03/08 a 15/12/2010 (3ª feira)

Horário: das 16h30min às 18h30min

Local: sala 223 (arena), prédio 8

Inscrições: de 15/07 a 02/08/2010

Vagas: 20 alunos

SOMENTE PELO E-MAIL:
contadoresdehistorias@pucrs.br

Contribuição: um livro novo de literatura infantil
(escolhido de lista fornecida na primeira aula)

Coordenação: Dr. Maria Tereza Amodeo
Ddo. Celso Sisto
Ministrante: Celso Sisto


CRONOGRAMA DO CURSO

03/08 – Apresentação do programa; mapa do leitor (oral e escrito).
10/08 – Apresentações dos mapas de leitores; fatores estruturantes da narrativa; teoria do conto.
17/08 – Declaração dos direitos da criança leitora e declaração dos deveres do escritor de literatura infantil; preparação para criação de textos.
24/08 – Apresentação dos textos; o conto de fadas e a estrutura mínima.
31/08 – Aplicação da estrutura mínima e os novos contos de fadas; preparação para criação de textos.
14/09 – Apresentação dos textos; o conto popular e seus derivados.
21/09 – Identificação dos contos populares; preparação para criação de textos.
28/09 – Apresentação dos textos; a escrita memorialista.
19/10 – Exemplos de textos memorialistas; preparação para a criação de textos.
26/10 – Apresentação dos textos; o conto de caráter social.
16/11 – Exemplos de textos de caráter social; preparação para a criação de textos.
23/11 – Apresentação de textos; as desconstruções, paródias e releituras.
30/11– Exemplos de textos; preparação para a criação de textos.
07/12 – Apresentação dos textos; escolhas finais.
14/12 – Leitura pública dos melhores textos produzidos pelos alunos.
15/12 – Avaliação do curso.

Faculdade de Letras - FALE
Centro de Referência para o Desenvolvimento da Linguagem - CELIN
Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 8 – CEP 90619-900 – POA – RS

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O AIAIÁ CLUBE DO LIVRO - 2º SEMESTRE DE 2010

AIAIÁ CLUBE DO LIVRO
Grupo de estudos de literatura infantil
Ementa: AIAIÁ quer dizer brinquedo, vestido de criança. Com a leveza que a palavra sugere, vamos ler e discutir as obras fundadoras da literatura infantil, dialogando com a produção contemporânea.

Público-alvo: alunos e pesquisadores interessados em literatura infantil
Período: de 10/08 a 15/12/2010

Encontros: dois encontros por mês, às terças-feiras
Horário: das 14h às 16h.

Local: prédio 8 – FALE – Arena do CELIN

Inscrições: de 15/07 a 04/08/2010

Vagas limitadas

SOMENTE PELO E-MAIL:
contadoresdehistorias@pucrs.br

Contribuição: um livro novo de literatura infantil (a definir na 1ª aula) Coordenação: Maria Tereza Amodeo e Celso Sisto

CRONOGRAMA DE ENCONTROS E LEITURAS

10/08 (terça-feira) – “Robinson Crusoé”, de Daniel Defoe
24/08 (terça-feira) – “As viagens de Gulliver”, de Jonathan Swift
14/09 (terça-feira) – “As aventuras de Oliver Twist”, de Charles Dickens
28/09 (terça-feira) – “Canção de Natal”, de Charles Dickens
26/10 (terça-feira) – “As meninas exemplares”, da Condessa de Segur
23/11 (terça-feira) – “Mulherzinhas”, de Louise May Alcott0
07/12 (terça-feira) – “Coração”, de Edmond de Amicis

Faculdade de Letras - FALE
Centro de Referência para o Desenvolvimento da Linguagem – CELIN
Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 8 – CEP 90619-900 – POA – RS

terça-feira, 6 de julho de 2010

ALTO NÍVEL DE DISCUSSÕES NO AIAIÁ CLUBE DO LIVRO 1/2010

eu, Gisele, Raul, Iara, Judith, Catherine e Aline

Encerramos hoje as atividades do primeiro semestre de 2010 do AIAIÁ CLUBE DO LIVRO - grupo de leitura e discussão das obras clássicas de literatura infantil e juvenil.


Esse grupo é sempre uma grata surpresa. Os participantes são super comprometidos, estudiosos e, sobretudo, grandes leitores.


Nossos encontros acontecem quinzenalmente, na PUCRS, em Porto Alegre, no Centro de Referência para o Desenvolvimento da Linguagem (CELIN), 2º andar do prédio de Letras. Em média, lemos 7 obras por semestre. Neste primeiro semestre de 2010 lemos as seguintes obras:


1. O corcunda de Notre Dame (Victor Hugo)

2. As aventuras de Pinóquio (Carlo Collodi)

3. Viagem ao Centro da Terra (Julio Verne)

4. O livro da Selva (Rudyard Kipling)

5. Caninos Brancos (Jack London)

6. Tarzã (Edgar Rice Burroughs)

7. Peter Pan e Wendy (James M. Barrie)


E as discussões foram sempre tão ricas, tão estimulantes a ponto de sairmos dos encontros querendo ler outras obras de cada um desses autores. E as reflexões muitas vezes seguem produzindo efeitos, depois de cada encontro. Muitas vezes continuamos atrás de outros livros, outras leituras complementares, outras obras.

O blog aiaiaclubedolivro.blogspot.com nos auxilia exatamente nisso: para continuarmos colocando à disposição do grupo outros materiais de leitura sobre aquele autor ou sobre aquela obra discutida. Ou até para ampliarmos as discussões do que não deu tempo de conversar. Ou continuarmos a provocar uma ou outra polêmica.

Eu, como coordenador do grupo, como professor, como leitor, como colega de estudos desses amantes da literatura infantil e juvenil, me sinto muito gratificado com esse trabalho.


A discussão de hoje, da obra PETER PAN & WENDY girou em torno de questões muito ricas:


- crescer ou não?

- as relações maternais

- as instituições inglesas (Bolsa de Valores, A família; Os vizinhos; Meninos x Meninas; Machismo, etc.)

- a necessidade das histórias para o desenvolvimento da criança

- o amor sublimado

- a presença do narrador na história

- o enigma da existência de Peter Pan


Claro que não fechamos nenhuma questão. Claro que não esgotamos o livro. Claro que nisso tudo prevalece a nossa leitura afetiva misturada com umas pinceladas mais científicas, pensando a literatura como arte e como estudo. E que bom que é assim! Não há nota, não há cobrança de trabalhos, exatamente porque nos encontramos pelo prazer de lermos e comentarmos essas deliciosas obras. Mas não pensem que isso é feito de forma tão solta. Temos um roteiro de discussão a cumprir (de maneira flexível, claro) e temos um compromisso com a leitura. Que bom se a literatura na ESCOLA pudesse ser sempre assim!


Acabou um semestre, certo! Mas já começamos hoje mesmo a preparar as leituras do próximo semestre. Que serão:


1. ROBINSON CRUSOÉ, de Daniel Defoe

2. AS VIAGENS DE GULLIVER, de Jonathan Swift

3. AS AVENTURAS DE OLIVER TWIST, de Charles Dickens

4. CANÇÃO DE NATAL, de Charles Dickens

5. AS MENINAS EXEMPLARES, da Condessa de Segur

6. MULHERZINHAS, de Louise Mary Alcott

7. CORAÇÃO, de Edmond de Amicis


Ficou com vontade de participar? Aceitamos novos leitores. No próximo semestre estaremos nos reunindo às terças-feiras, de 14h às 16h, sempre de 15 em 15 dias, a partir de 3 de agosto de 2010. As inscrições para novos participantes podem ser feitas através do e-mail: contadoresdehistorias@pucrs.br

Até lá, já estou com saudades!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

MARAVILHA DE PALESTRA EM SÃO LEOPOLDO!!!!!


Pois então! Na sexta-feira passada, dia 2 de julho de 2010 fui fazer uma palestra em São Leopoldo. O local por si só já era gostoso: antigo Auditório da Unisinos. Sabe essas escolas de padre, com aquele jardim no meio e cheia de arcos? Adoro! Tudo convergindo para o jardim?

Um luxo, né? Era assim... Noite de sexta-feira. Só professoras na platéia. Acho que umas 150. Algumas terminando uma etapa de trabalho, da Secretaria, com o curso de Letramento.

De qualquer forma, algumas conhecidas na platéia: A Katiane, contadora do FIO DA PALAVRA, grupo de Contadores de Histórias da PUCRS, que eu dirijo. E estava lá a Claudinha, a Vera. Gente conhecida, gente amiga. Gente que já tinha feito oficina comigo em outras ocasiões, nas Paulinas, na PUC...

Bom. O tema da minha fala era: "A arte de contar histórias e sua importância no desenvolviemento infantil". Comecei apresentando algumas idéias básicas:

. as crianças constroem seu mundo de coisas e idéias a partir do que lhes é oferecido;
. ninguém resiste ao fascínio de uma história bem contada;
.qualquer um pode experimentar coisas através do imaginário! (Também pode-se “viver” experiências através do outro;
. “o imaginário é o motor do real” (Jacqueline Held)

E foi à partir disso que desenvolvemos todo o roteiro do bate-papo: apresentei 6 possibilidades de ABORDAGENS PARA O TEXTO LITERÁRIO(psicológica, pedagógica, histórica, social, estética e cultural). Depois conversamos sobre O QUE AS CRIANÇAS QUEREM OUVIR nas histórias lidas ou contadas para elas. Depois sobre COMO LÊEM AS CRIANÇAS. Falamos sobre a constituição de uma ACERVO BÁSICO. Falamos sobre COMO CONTAR HISTÓRIAS. Apontamos as DIFICULDADES MAIS FREQUENTES no trabalho com a literatura na sala de aula. Por fim falamos dos CRITÉRIOS DE SELEÇÃO de obras de literatura infantil. E aí, indiquei, para um futuro encontro, a leitura das seguintes obras, indispensáveis para o assunto que abordamos ali, naquela noite:

- MACHADO, Ana Maria. Como e porque ler os clássicos universais desde cedo. Rio de Janeiro, Objetiva, 2002. 146 p.

- ZILBERMAN, Regina. Como e por que ler a literatura infantil brasileira. Rio de Janeiro, Objetiva, 2005, 184 p.

- JOSÉ, Elias. A poesia pede passagem. São Paulo, Paulus, 2003. 104 p.

- SISTO, Celso. Textos e pretextos sobre a arte de contar histórias (2ª edição revista e ampliada). Curitiba, Positivo, 2005. 144 p.

Agora, tudo isso foi feito de uma forma bem lúdica, porque ninguém é de ferro. Entre um bloco e outro da palestra, que durou quase 2 horas e meia, eu contei 4 histórias. Foram elas (escolhidas pelo público, de opções oferecidas por mim): "O macaco e a velha"; "Maria Angula"; "Galo, galo, não me calo" (de Sylvia Orthof) e "Chapeuzinho Vermelho de raiva" (de Mário Prata).

Para mim foi uma delícia de noite. Me diverti muito e ainda falamos sobre essas coisas que pra mim são tão apaixonantes: a arte de contar histórias, a literatura infantil e juvenil, a promoção da leitura. Voltei pra casa, flutuando, nas nuvens, que ficam bem em cima do castelo encantado das histórias. Essa é uma grata maneira de viver! Obrigado São Leopoldo! Obrigado, Sandra, Ana, meninas todas!!!!!