Seguidores

sábado, 29 de setembro de 2012

DA SÉRIE "ALGUMA COISA ACONTECE..." - 39




(Texto Celso Sisto; Ilustração Rene Bull)

39. Longe. As imensidões não podem ser medidas com fios de cabelos. Embrenhar-se nos pântanos da criação é afundar inteiro na lama faiscante da memória e da experiência litúrgica da escrita, da leitura, das diabruras de que sou capataz. Medir a corrosão do grito, a aceleração da respiração, a luz do olhar, a latência da dor me tornaria um idiota! Os quilômetros do meu texto-corpo não são mais que passos assombrados sobre um si mesmo! Tentando abraçar uns outros. Muitos outros. Tantos outros.
26.09.2012

Nenhum comentário: