Seguidores

sábado, 29 de setembro de 2012

DA SÉRIE "ALGUMA COISA ACONTECE..." - 40



(Texto Celso Sisto; Ilustração Virginia Sterrett)

40. As andorinhas espalham segredos. O inesperado rasga a pele do céu como um raio. Exortação da voz, do olhar, do desamparo. A carruagem do Sol chegará sozinha ao umbigo celestial. Mas há ainda estas pequenas fissuras serpenteando meu rosto, dizendo que é o pastoreio dos anos sobre a minha terra que me enverniza. Minha tarefa é engordar palavras. Com a carne do poema talvez seja possível sossegar o tempo, afundar sem peso, arrefecer, vespar em outras vidas.
29.09.2012

Nenhum comentário: