Seguidores

sábado, 27 de outubro de 2012

DA SÉRIE "ALGUMA COISA ACONTECE..." - 47



(Texto Celso Sisto; Ilustração de Willy Pogany)

47. Quero o silêncio cristalino, para ouvir a respiração das flores. Uma gota se enchendo e depois derramando os odores de outrora. As azedinhas explodindo na boca e os canteiros da Avó formando ruas para as nossas bicicletas-voadoras. Escapulidas rápidas! Correr é o que mais se aprende na meninice! Passam por mim os velozes cachorros, latindo o prazer oculto de irem na frente, aos pulos, para alcançarem as mangas das camisas. Eles abocanham a minha atenção; e eu... encho o peito de futuro, para os dias em que não haverá mais brinquedo e nenhuma língua-pátria que afague. 

27.10.2012

Nenhum comentário: