Seguidores

domingo, 23 de dezembro de 2012

DA SÉRIE "ALGUMA COISA ACONTECE" - 62




Texto de Celso Sisto, ilustração de Lawrence Alma-Tadema

62. Onde mais poderei chorar palavras, senão na folha do rosto? E é esse vento insone, levando água e sal, batizando a dor, espalhando cacos de cristais da memória que soprará novas histórias! Viver é assim: riso e faca, festa e corte, na hora exata!

23.12.2012


Nenhum comentário: