Seguidores

domingo, 3 de fevereiro de 2013

DA SÉRIE "VESTIR OS VIVOS - XVII




(Texto de Celso Sisto para a série "Vestir os vivos"; Ilustração de Carl Burguer)


XVII. Os grandes olhos da Bela. E suas vestes matinais. Roçar a cama, sapatear no assoalho, jogar as patas para cima, espernear! Por fim, os resmungos, que anunciam: “Ai ai ai, tenho preguiça!”. E amontoados nos pelos do quarto ficarão os dez anos de carinho lado a lado, ombro a ombro. Nossa reserva afetiva para os tempos vindouros continua sendo olhar nos olhos. Latimos juntos, tantas vezes! Bela sabe, serena, que ocupa (com seus três irmãos) a ala canina do meu coração... com seus grandes olhos, mais humanos do que os meus...

03.02.2013


Nenhum comentário: